J.D. Robb

Foto atual do  Facebook Oficial

JD Robb

Nora Roberts há muito que queria escrever romances policiais com elementos românticos, dentro do gênero de Mary Stewart, mas, seguindo as fortes indicações do seu agente, concentrou-se em literatura contemporânea romântica, enquanto ia construindo uma legião de seguidores.

Após se mudar para Putnam, em 1992, a editora não tardou a constatar que era incapaz de acompanhar os resultados prolíficos de Roberts. Sugeriram-lhe que adotasse um segundo pseudônimo, de forma a poderem publicar cada vez mais trabalhos seus. A sua agente, Amy Berkover, convenceu os editores a deixarem-na escrever romances com elementos de suspense sob esse novo nome.O seu primeiro romance policial foi publicado em 1995, sob o pseudónimo J.D. Robb.



 Então "Nasce" JD Robb

As iniciais "J.D." estão relacionadas com os seus dois filhos, Jason e Dan, enquanto que "Robb" é uma forma abreviada de Roberts. De início, ela tinha decidido usar o pseudônimo D.J. MacGregor, mas, pouco tempo antes da publicação, descobriu que este pseudônimo já era utilizado por um outro autor.

Enquanto J.D. Robb, Roberts publicou uma série de policiais futuristas com elementos de ficção científica. Estes livros, todos eles parte da série "In Death", apresentam-nos a Detective Eve Dallas, do Departamento de Polícia de Nova Iorque, e o seu marido Roarke, passando-se a ação numa Nova Iorque em pleno século XXI.

Apesar da ênfase dada à resolução de um crime em cada um dos livros, o tema geral da série é o desenvolvimento da relação entre Eve e Roarque. Quando a série "Mortal" foi iniciada, nem Roberts nem o seu editor publicitaram que era ela a autora. Pretendiam assim deixar que a série ganhasse mérito por si só, construindo a sua própria legião de fãs. Assim foi, e quando os leitores descobriram que Roberts era, na verdade, Robb, não houve grandes protestos.

(Créditos de pesquisa : Saída de Emergência)

♣ Leitores ♣

♣ Popular Posts

Fique sempre atualizado!

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner